Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
19 de Setembro 2023

A importância do marketing digital no e-commerce

Artigo AICEP

A presença online significa que a sua marca pode alcançar um público mais vasto, mas, também, que terá de enfrentar concorrência a um nível global. Por isso, ter uma estratégia de marketing digital no e-commerce é essencial para garantir a visibilidade do seu produto /marca junto dos consumidores certos.

Com o crescimento do comércio eletrónico, aumenta o interesse das empresas em explorar a possibilidade de chegar a novos mercados através das lojas online ou da presença em marketplaces. No entanto, o e-commerce traz desafios além das questões relacionadas com a regulamentação ou com a logística.

A comunicação e a diferenciação são exemplos destes desafios. O marketing digital é um recurso valioso para que uma marca se destaque dos seus concorrentes: da otimização de websites até à análise de dados há várias formas para comunicar de forma mais eficaz com os seus clientes (ou potenciais clientes) nas várias fases do processo de decisão e compra.

Marketing digital para o e-commerce: marketplaces ou loja online?

A estratégia de marketing digital para o e-commerce depende, em primeiro lugar, da forma como se faz a presença online da marca, isto é, se tem uma loja online ou se as vendas ocorrem através de um marketplace.

Os marketplaces como a Amazon ou o Alibaba disponibilizam geralmente ferramentas de análise de dados, que permitem conhecer o cliente-tipo, os produtos mais vistos e outras informações que ajudam a alinhar a sua estratégia de vendas. No entanto, a opção por um marketplace obriga também a um esforço maior para que o seu produto se destaque entre centenas ou milhares de outros. O que implica, por exemplo, um grande cuidado nas descrições e nas palavras usadas.

Estes cuidados devem igualmente ser tidos em conta no caso da loja virtual, sendo que, neste caso, terá de implementar mecanismos no site que permitam conhecer de forma detalhada o seu cliente-tipo. A loja online possibilita, no entanto, um contacto mais próximo com os seus clientes ao longo de toda a experiência de compra, o que pode ser decisivo para a fidelização.

3 dicas para usar o marketing digital no e-commerce

As estratégias de marketing para e-commerce baseiam-se na personalização, na diferenciação do seu produto em relação à concorrência, na otimização da presença online e na criação de conteúdo e comunicação relevantes.

1. Conhecer o consumidor

Enquanto consumidor, certamente que aprecia uma experiência de compra personalizada. Esta é, também, como os seus clientes gostam de ser tratados, mesmo quando todo o processo de compra decorre online.

A personalização traduz-se, por exemplo, na segmentação de anúncios, que devem ser apresentados a pessoas que realmente tenham interesse nesse tipo de produto.

Campanhas de e-mail marketing direcionadas para públicos específicos ou promoções e vouchers exclusivos para aniversariantes são outras formas de personalização.

Quando falamos em e-commerce internacional, a personalização aplica-se igualmente a aspetos como adaptar o seu produto ou serviço ao mercado a que se destina; ou disponibilizar os meios de pagamento preferidos pelos consumidores locais.

Uma personalização eficaz depende não só de um bom conhecimento do mercado, mas também de uma análise cuidada dos dados disponibilizados pelos marketplaces ou pelas redes sociais. Use-os para perceber como melhorar a sua relação com os consumidores.

2. Otimizar a presença online

O sucesso no e-commerce internacional depende da forma como se destaca entre milhares de resultados na internet. A primeira missão é, justamente, fazer com que a sua marca possa ser “descoberta” pelos utilizadores online, mesmo que estes não tenham ainda decidido se vão comprar.

A otimização da sua presença online passa, sobretudo, pela otimização para motores de busca. Ou seja, por garantir que a sua loja e os seus produtos não ficam nos últimos lugares, quando os utilizadores procuram algo na internet.

Para isso, é importante saber o que procuram e quais as palavras-chave que usam ao fazer essas pesquisas. Estas keywords devem estar presentes na sua loja virtual própria ou na do marketplace. Neste caso há ainda que dar especial atenção à descrição que faz dos seus produtos: esqueça a adjetivação e concentre-se em descrições que contenham não só a palavra mais pesquisada, como também as características dos produtos que interessam aos consumidores.

Ferramentas como o Google Keyword Planner ou Google Trends, por exemplo, são úteis para descobrir as palavras-chave certas. 

3. Promover a interatividade e ser relevante

Uma parte importante do marketing digital para o e-commerce é a construção de relacionamentos com os clientes, algo que deve ser fomentado ao longo de todas as fases do processo de compra, incluindo no pós-venda.

Assim, há que garantir que existe comunicação com o cliente ou potencial cliente. Esta comunicação não se pode limitar a ter uma loja virtual em que se mostra o que se tem para vender. Por muito eficaz que seja a otimização do site e por mais perfeitas que sejam as descrições dos produtos, o consumidor tem de sentir que as suas dúvidas ou reclamações são ouvidas.

Neste sentido, um dos aspetos a ter em conta passa por uma boa gestão das redes sociais, garantindo ser dada uma resposta aos utilizadores, sobretudo quando colocam questões. Para a comunicação ser eficaz, também é importante responder atempadamente
às solicitações enviadas através da loja online ou do marketplace. As soluções de Inteligência Artificial, como os Chatbots, são úteis para dar resposta a algumas questões dos consumidores, mas não devem substituir a interação humana.

Outra forma de comunicar com o público-alvo é através da criação de conteúdo relevante e diferenciador e permita interação.

Um blogue com artigos sobre a sua área de atividade acrescenta valor. Se pretende chegar a vários mercados de diferentes idiomas, os vídeos são uma solução a considerar. Podem ter apenas alguns segundos – como acontece no Instagram ou TikTok – e devem ser relevantes para o seu público-alvo. O conteúdo deve dar a conhecer algo relacionado com os seus produtos, mas ajudando a resolver questões práticas do dia a dia.

Como saber mais sobre marketing digital e e-commerce?

A Academia AICEP promove ações de capacitação que abordam vários aspetos do e-commerce, tendo como destinatários empresas em diferentes fases do processo de internacionalização.

Através do registo na MY AICEP terá acesso à informação detalhada sobre mercados e perfis de consumidores, fundamentais para a criação de estratégias de marketing digital para o e-commerce. Se ainda não solicitou um Plano de E-commerce Internacional, conte com o apoio da AICEP.

 

Veja também:

Loja virtual ou marketplace? Prós e contras de cada solução

Conheça os maiores marketplaces do seu setor de atividade

Social Media marketplaces: como vender nas redes sociais

Notícias AICEP

Vender online para França: o que deve saber

AICEP

Vender online para França é uma boa oportunidade de internacionalização. Conheça o mercado.

Quando fazemos o seu projeto de internacionalização online?

AICEP

Este é o momento para criar ou reforçar o projeto de internacionalização online da sua empresa.

Como vender no eBay: vantagens, custos e guia de procedimentos

AICEP

Saiba como funciona e quais as vantagens de vender no eBay.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório