Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
28 de Janeiro 2022

Conheça os maiores marketplaces do seu setor de atividade

AICEP

Os maiores marketplaces movimentam milhões e chegam a milhões de pessoas. Embora nem todas as empresas possam ou desejem chegar a estes gigantes do comércio eletrónico, é importante conhecê-los, até para identificar os que podem ser interessantes para o seu setor.

Um marketplace é como uma loja gigante com várias marcas, mas com a vantagem de funcionar online o que dá, desde logo, maior visibilidade aos produtos. Em certos casos, a exposição pode ser global, noutros mais local, mas sempre com um alcance maior do que em espaços físicos. A contrapartida pela presença nestas plataformas são as taxas e comissões que estas cobram.  

As regras variam, mas, de uma forma geral, estes espaços são úteis para chegar a outros países e mercados. Algumas empresas optam apenas por estes canais de vendas, outras usam-nos como complemento aos espaços físicos ou às lojas online. Mas, num contexto de globalização e de crescimento do comércio eletrónico, é ainda mais importante conhecer os maiores marketplaces e identificá-los como forma de expansão do seu negócio.

Os maiores marketplaces do mundo

Quando falamos nos maiores marketplaces, pensamos quase instintivamente na Amazon. No entanto, e apesar da dimensão desta plataforma global com lojas ou sites em vários países do mundo, desde Espanha ao Japão, Austrália ou Brasil, existem outras opções mais vocacionadas para setores específicos que deve ter em conta.

Assim, se pretende começar a exportar através destas plataformas, pode começar por identificar as que se adequam ao seu setor de atividade ou que operam com maior sucesso nos mercados que lhe interessam.

Em algumas basta registar-se para começar a vender, mas as contas profissionais implicam o pagamento de mensalidades. Outras só enviam informações sobre taxas e comissões depois de se registar ou enviar uma candidatura. 

Maiores marketplaces generalistas

Os marketplaces generalistas são plataformas que vendem um pouco de tudo e com produtos de todo o mundo e, por isso, têm centenas de milhões de visitantes. 

A vantagem destes marketplaces é que o consumidor pode comprar artigos de várias categorias. Muitas vezes, vai à procura de determinado produto e, por sugestão do site ou porque decidiu explorar a plataforma, acaba por adquirir vários. 

A Amazon é o líder mundial, atuando no continente americano, Europa, Ásia e Austrália. A ampla rede de mercados, bem como os serviços prestados – que podem incluir, além das vendas, o embalamento, entrega e atendimento ao cliente -  fazem com que seja um marketplace apetecível para empresas de todo o mundo.

O Ebay tem igualmente uma abordagem global e várias categorias de produtos. Presente em 190 mercados, tem cerca de 187 milhões de compradores ativos e mais de 1.000 milhões de referências.  

O Alibaba está presente em mais de 190 países e destaca-se no segmento B2B, embora também venda ao consumidor final. O grupo Alibaba detém o AliExpress, que tem um catálogo de 70 milhões de artigos em várias categorias. 

O Wish é o sexto maior marketplace do mundo, vendendo para mais de 350 milhões de utilizadores em mais de 70 países.  Entre os maiores marketplaces, destaque também para o Buy Yahoo, com mais de 400.000 produtos em 17 categorias.

Marketplaces de moda e calçado

A Farfetch, plataforma criada em Portugal e vocacionada para o segmento de luxo na área do vestuário, calçado e acessórios, é um dos principais marketplaces mundiais do setor da moda.

A Asos tem mais de 14 milhões de utilizadores em todo o mundo e, além de vender artigos de mais de 850 marcas, criou também uma linha própria. 

O Showroomprive foi um dos pioneiros nesta área e tem atualmente 28 milhões de membros, operando em 10 países, sobretudo na Europa. 

Ainda no panorama europeu, é importante mencionar o Zalando, um marketplace alemão que vende para 17 países. 

Num segmento mais restrito, mas ainda assim com um tráfego de centenas de milhões de utilizadores, vale a pena referir a plataforma Etsy, que atua a nível global, mas que tem como especificidade o facto de só vender artigos exclusivos e criativos, sendo por isso ideal para pequenas empresas ou artistas. 

Marketplaces de tecnologia

A plataforma Best Buy é uma das maiores nesta área, embora venda apenas nos EUA, Canadá e México. 

O AWS Marketplace pertence à Amazon e inclui milhares de soluções de software.

O Atlassian Marketplace vende aplicações para programas e complementos desenvolvidos pela empresa e por terceiros.

O Game Marketplace (Gaming) e a Swappie são plataformas importantes na Europa, assim como a Fnac que, para além  de tecnologia, é também especialista na venda de livros, música, ou bilhetes para espetáculos.

Marketplaces do setor agroalimentar 

No âmbito do estudo "Diagnóstico E-Commerce do Setor Agroalimentar Português: Potencial para a criação de um Projeto Agregador”, a AICEP identificou os melhores mercados e marketplaces para o setor nacional, nomeadamente no que respeita aos vinhos, frutas e azeite.

Vinhos

A AICEP publicou recentemente um artigo sobre “Melhores Mercados para vender vinhos portugueses”. Neste artigo damos conta, por exemplo, que na China, os marketplaces que vendem produtos da categoria Comida e Bebidas com maior tráfego são: 1688 (B2B), JD (B2C) e yesmywine (Vertical).

No Reino Unido, os marketplaces que vendem produtos da categoria Comida e Bebidas com maior tráfego são Alibaba (B2B), Tesco (B2C) e MajesticWine (Vertical). 

E na Alemanha, os marketplaces que vendem produtos da categoria Comida e Bebidas com maior tráfego são Alibaba (B2B), Real (B2C) e Rewe (Vertical).

Frutas

No âmbito do mesmo estudo da AICEP, damos nota que a Alemanha é o 4º principal destino das exportações portuguesas de fruta e que, neste país, já existem marketplaces a vender fruta online. São, aliás, os mesmos que, na categoria Comida e Bebidas, são boas opções para vender os vinhos nacionais:Alibaba (B2B), Real (B2C) e Rewe (Vertical).

Azeite

A AICEP identificou ainda que os Estados Unidos da América têm 72,7 milhões de dólares de potencial não aproveitado para venda online de Azeite português em marketplaces. Alibaba (B2B), Amazon (B2C) e Kroger (Vertical) são as plataformas de e-commerce que vendem Comida e Bebida com maior volume de tráfego nos EUA, e a partir dos quais a sua empresa poderá ter sucesso na exportação de azeite online.

Em resumo…

Se pretende vender ou exportar através de um marketplace, é importante conhecer os mais importantes na sua área de negócio, perceber quais os principais mercados e saber as condições de acesso. 

Tal como em todas as situações relacionadas com o e-commerce, e sobretudo quando estão em causa mercados fora da União Europeia, é fundamental conhecer o enquadramento legal e fiscal, bem como os hábitos de consumo. 

Por isso, se está a iniciar ou a rever a sua estratégia de e-commerce, conte com o apoio da AICEP para selecionar os marketplaces mais adequados para a sua empresa e, assim, crescer além-fronteiras. Se o seu setor de atividade não está incluído neste artigo, registe-se na MY AICEP e pergunte-nos quais os principais marketplaces.

Veja também:

E-commerce B2B e B2C: principais diferenças na abordagem logística

Tipos de marketplaces e as suas propostas de valor

Está a pensar exportar para a Alemanha? Conheça a informação de mercado

 

Notícias AICEP

Exportações de mobiliário superam níveis pré-pandemia

AICEP

Exportações de mobiliário sobem 6 por cento no 1º trimestre de 2022 para 500 milhões de euros.

  • Multisetor

BRESIMAR MARCA PRESENÇA NA HANNOVER MESSE 2022

AICEP

Grupo BRESIMAR leva soluções nacionais com inovação de ponta à HANNOVER MESSE 2022.

  • Multisetor

Blue Talk Havana aproximou especialistas e empresas

AICEP

O evento realizou-se com sucesso e aproximou especialistas e empresas de ambos os países.

  • Multimercado

Partilhe esta página

Campo Obrigatório