Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
02 de Dezembro 2021

Vender fruta online para a Alemanha? É possível com estes marketplaces

AICEP

  • Multimercado
  • Agroalimentar

    Na Alemanha já existem marketplaces a vender de fruta online. Esta é uma oportunidade para a sua empresa chegar a novos clientes e consumidores e aumentar as suas exportações.

    A Alemanha é o 4º principal destino das exportações portuguesas de fruta. Com as exportações a crescer significativamente na última década, vender fruta online pode ser uma forma de iniciar ou aumentar as exportações de fruta da sua empresa para a Alemanha.

    A Alemanha tem 101,8 milhões de dólares de potencial de exportações não aproveitado para Frutas de origem portuguesa. Prevê-se que o mercado tenha em 2021 um volume de negócios para o segmento Comida e Bebidas no e-commerce de 2,317 mil milhões de dólares, esperando-se um crescimento médio anual de 8,7% para este segmento até 2024. O número de pesquisas no Google relacionadas com palavra-chave “Fruta” foi de 586 mil no último ano.

    Para facilitar a entrada da sua empresa no e-commerce na Alemanha, identificámos para cada tipologia de Marketplace – business-to-business, business-to-consumer e vertical – as plataformas de e-commerce que vendem Comida e Bebidas com maior volume de tráfego na Alemanha, onde poderá ter sucesso na venda de fruta online.

     

    B2B: Alibaba

    O e-marketplace Alibaba é uma plataforma de e-commerce B2B com origem na China, mas que vende em todo o mundo. A entrada no e-marketplace Alibaba não pressupõe a existência de stocks e gestão logística, pois o objetivo da plataforma é gerar leads entre fornecedores e potenciais compradores. A negociação é feita de forma individual, seguindo as normas e legislações normais de um processo de exportação.

    Através deste Marketplace a sua empresa poderá encontrar compradores profissionais alemães interessados em comprar fruta portuguesa.

    Alibaba, um dos maiores marketplaces B2B do mundo, que vende na Alemanha

     

    B2C: Real

    O e-marketplace Real foi lançado em 2010 e é propriedade da Real - SB-Warenhaus GmbH. Esta plataforma concentra a totalidade das suas vendas no mercado alemão. O Real é uma loja online completa, com uma oferta de produtos que abrange diferentes categorias, como Eletrónica, Móveis e Eletrodomésticos e Alimentos e Cuidados Pessoais.

    O Real registou vendas de 159,7 milhões de dólares em 2018, e destas 12,8 milhões foram alcançados no segmento de Comida e Bebidas. O crescimento das vendas online foi muito acelerado nos últimos anos.

    O e-marketplace Real é já uma plataforma B2C com relevância no mercado alemão e, apesar de os bens alimentares não serem o segmento mais relevante, representam uma percentagem considerável do volume de vendas desta plataforma. Uma das grandes vantagens comparativas do Real é funcionar como um e-marketplace puro no qual as várias empresas se podem inscrever mediante o cumprimento de um conjunto de condições pré-estabelecias.

    Através deste Marketplace a sua empresa poderá vender fruta online diretamente a consumidores alemães.

     

    Vertical: Rewe

    O Rewe é um e-marketplace fundado em 2011, propriedade da REWE Markt GmbH, que tem a totalidade das suas vendas no mercado alemão. O Rewe é especializado na venda em duas categorias: Alimentos e cuidados pessoais, que representam a grande maioria das suas vendas, e Brinquedos, passatempos e bricolage, relativamente menos significativa.

    Esta plataforma está entre as 10 maiores lojas online no mercado alemão na categoria de Alimentos e cuidados pessoais, tendo 2% da quota de mercado. O Rewe teve vendas de 182 milhões de dólares em 2018, das quais 154,7 milhões foram no segmento de Comida e Bebidas. O crescimento das vendas online do Rewe foi muito rápido nos últimos anos.

    A grande especialização deste e-marketplace em produtos alimentares define-o como uma plataforma vertical. Devido à sua dimensão significativa, o Rewe tem vantagem em relação a outros e-marketplaces verticais, ou seja, esta plataforma pode conjugar um tráfego mais qualificado com volumes de tráfego significativos, apresentando um interesse acrescido para as empresas.

    O Rewe não funciona no entanto como um e-markeplace puro no qual as empresas se podem inscrever livremente, mediante o cumprimento de condições. O acesso a esta plataforma é feito mediante um sistema de negociação entre as partes.

    Através deste Marketplace a sua empresa poderá igualmente vender fruta online diretamente a consumidores alemães.

    Esta informação faz parte das conclusões do estudo “Diagnóstico E-Commerce do Setor Agroalimentar Português: Potencial para a criação de um Projeto Agregador”, criado pela AICEP para apoiar as empresas do setor no e-commerce.

    Na área privada MY AICEP encontra este estudo e informação detalhada sobre e-marketplaces e recomendações de plataformas de e-commerce personalizadas para a sua empresa. Registe-se ou faça login na MY AICEP, inicie um plano de ação para exportar online e aceda a toda a informação e apoio que precisa para vender fruta online para a Alemanha.

    Notícias AICEP

    Crescimento das exportações de bens e serviços portugueses

    AICEP

    Exportações de bens e serviços registam crescimento de 2,1 por cento em novembro de 2021.

    SAGALEXPO ganha força a nível internacional

    AICEP

    Feira dedicada à exportação de produtos portugueses decorre de 7 a 9 de março, na FIL.

    E-commerce B2B e B2C: principais diferenças na abordagem…

    AICEP

    Fique a par das principais diferenças logísticas entre e-commerce B2B e B2C.

    Partilhe esta página

    Campo Obrigatório