Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
06 de Fevereiro 2024

Realidade Aumentada: qual a sua importância para as empresas?

A Realidade Aumentada tem potencial para revolucionar a assistência técnica. Há, no entanto, outras vantagens para as empresas. Saiba quais.

A Realidade Aumentada (RA) é muitas vezes associada ao entretenimento, mas as suas aplicações vão muito para além da diversão e podem trazer grandes benefícios para as empresas.

Como reparar um produto que está noutra cidade, país ou continente sem deslocar para o local uma equipa de assistência técnica? Como transmitir a um técnico ou cliente que está a quilómetros de distância instruções claras sobre o funcionamento de um equipamento? Haverá forma de receber instruções claras de um fornecedor sobre a utilização de determinada máquina sem que ele tenha de estar fisicamente presente?

A Realidade Aumentada permite que tudo isto aconteça. Tal como o metaverso, é uma tecnologia cada vez mais usada e cujo potencial em termos empresariais é bastante significativo.

O que é a Realidade Aumentada?

A Realidade Aumentada é uma tecnologia que faz a sobreposição da realidade do campo de visão com informação digital. Esta versão melhorada e interativa de um ambiente real é alcançada através de elementos visuais digitais, sons e outros estímulos sensoriais.

As suas principais características são a combinação de mundos digitais e físicos, as interações feitas em tempo real e identificação 3D precisa de objetos virtuais e reais.

Permite, por exemplo, reparar um equipamento enquanto se vê as instruções em 3D, perceber se uma peça de roupa lhe fica bem (sem a vestir) ou se um artigo de mobiliário é adequado para determinado espaço no seu escritório.

Para aceder a esta tecnologia e ter esta visão aumentada da realidade são necessários equipamentos como smartphone, tablet ou óculos próprios com auscultadores incorporados.

Quais são as aplicações da Realidade Aumentada nos negócios?

As aplicações da Realidade Aumentada vão desde a comunicação à formação, passando pela experiência do cliente. O potencial não está ainda totalmente explorado, mas há uma área em que a utilização desta tecnologia se tem destacado, sobretudo porque permitiu resolver um dos grandes desafios da pandemia: a assistência técnica num contexto de restrições às deslocações. 

O serviço pós-venda é cada vez mais importante para as empresas e, num contexto de e-commerce internacional pode trazer alguns desafios. A capacidade de instalar, manter, reparar e dar assistência a equipamentos e produtos é um ponto fundamental na relação com os clientes, mesmo que estes estejam noutro país. 

Com a Realidade Aumentada, a assistência técnica e o serviço pós-venda no comércio transfronteiriço torna-se mais simples.

Permite, por um lado, a colaboração entre técnicos em dois locais físicos diferentes, sendo a partilha de instruções de trabalho feita de uma forma imersiva e com acesso, em tempo real, a um formato gráfico e tridimensional.

Através da Realidade Aumentada um técnico no terreno consegue receber suporte remoto de outro colega, fazendo com que seja mais fácil e rápido encontrar a solução para um problema.

Outras aplicações da tecnologia de RA

A Realidade Aumentada pode servir, também, para fornecer ao cliente os recursos necessários para que ele resolva, de forma imediata e em modo self-service, a questão que o levou a pedir assistência técnica.

Ainda no que respeita à experiência do cliente e à utilização da RA como forma de a melhorar, destacam-se aspetos como a integração com redes sociais, a realização de campanhas publicitárias imersivas e um maior envolvimento. Uma marca que recorre a tecnologias inovadoras na relação com os consumidores consegue aumentar a sua notoriedade e, até, gerar confiança.

Num estudo da consultora Nielsen, citado pela revista Harvard Business Review, 56% dos consumidores inquiridos afirmaram que a utilização da RA lhes dava mais confiança em relação à qualidade de um produto.  61% disseram que preferiam comprar a retalhistas que proporcionassem experiências de Realidade Aumentada. O mesmo estudo revela que mais de metade (51%) dos consumidores deseja experimentar esta tecnologia nas suas compras.

A Realidade Aumentada pode ainda ser usada na formação de colaboradores, na investigação e desenvolvimento de novos produtos – fomentando a colaboração – e no reforço do espírito de equipa entre funcionários em diferentes localizações.

Benefícios da utilização da Realidade Aumentada 

A Realidade Aumentada tem, assim, um grande potencial no aumento da eficácia e na redução de custos.

Tomando como exemplo a sua utilização na assistência técnica, podem ser apontados como benefícios:

  • Redução de custos de serviço, devido à redução de deslocações necessárias;
  • Reparações na primeira intervenção;
  • Colaboração partilha de conhecimento;
  • Diminuição do tempo médio de resolução;
  • Garantia de utilização das peças e competências certas;
  • Garantia de resolução à primeira visita ou através de experiências de self-service;
  • Aumento da percentagem de retenção de clientes.

Ou seja, a utilização da Realidade Aumentada neste campo é vantajosa para todas as partes envolvidas, permitindo a poupança de tempo, de recursos financeiros e o aumento da satisfação global.

A Realidade Aumentada é boa para a sua empresa?

Segundo dados do International Data Corporation (IDC), 62,5% dos fabricantes têm um piloto ou um projeto de Realidade Aumentada, enquanto 24,7% consideram lançar o projeto em breve.

A crescente utilização desta tecnologia significa que ela deve ser adotada por todas as empresas? Além das questões relacionadas com o custo e com a existência de recursos tecnológicos que permitam a sua adoção, há ainda a considerar outros fatores importantes.

É fundamental que exista clareza sobre a utilidade desta tecnologia, que esta se integre nos sistemas já utilizados e, sobretudo, que funcione bem, para que os recursos humanos a encarem como uma mais-valia para o seu trabalho. Caso contrário, pode ser entendida como mais uma forma de fazer as mesmas tarefas, mas exigindo mais esforço e aumentando a frustração. 

Também é importante que a empresa implemente uma cultura colaborativa. Só assim se consegue que técnicos, fornecedores, parceiros e clientes aceitem esta ferramenta como uma meio de interagir em tempo real para alcançar o objetivo comum de resolução de problemas.

Como saber mais sobre este tema?

A Realidade Aumentada é apenas uma das novas tecnologias que, quando colocadas ao serviço da internacionalização, se podem transformar num fator de sucesso.

Acompanhar o ritmo da inovação e perceber de que forma as tecnologias podem acelerar o crescimento da sua empresa pode parecer uma tarefa complexa, sobretudo quando a prioridade é a gestão e a elaboração de estratégias para alcançar novos mercados.

A Academia AICEP disponibiliza recursos como este tutorial sobre Realidade Aumentada, bem como formações, cursos e seminários úteis para empresas e empresários. 

Veja também:

 

Como maximizar as vendas online internacionais com o ChatGPT?

Metaverso empresarial: como usar a tecnologia para gerar valor

Quais as principais tendências do e-commerce B2B e B2C?

Notícias AICEP

Vender online para França: o que deve saber

AICEP

Vender online para França é uma boa oportunidade de internacionalização. Conheça o mercado.

Quando fazemos o seu projeto de internacionalização online?

AICEP

Este é o momento para criar ou reforçar o projeto de internacionalização online da sua empresa.

Como vender no eBay: vantagens, custos e guia de procedimentos

AICEP

Saiba como funciona e quais as vantagens de vender no eBay.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório