Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
03 de Janeiro 2024

RFID na cadeia de abastecimento: as vantagens para as empresas

Artigo AICEP

Saiba como funciona a tecnologia RFID, quais as suas aplicações e principais vantagens na otimização da cadeia de abastecimento.

A utilização da tecnologia RFID na cadeia de abastecimento aumenta a eficiência e reduz custos, melhorando os processos internos da empresa e a satisfação dos clientes. Por ser uma solução que recolhe e transmite informação em tempo real, é útil na gestão de inventários, mas também na segurança e prevenção de perdas. 

As aplicações da tecnologia RFID são extensas e já se tornaram comuns em vários aspetos do quotidiano. Mas como podem ser usadas nas empresas e melhorar a cadeia de abastecimento no retalho e no comércio internacional?

O que é a tecnologia RFID?

A tecnologia de RFID (radio frequency identification ou identificação por radiofrequência) consiste na utilização de uma etiqueta ou microchip com dados e uma pequena antena que permite comunicar com dispositivos digitais através de ondas de rádio.

Um sistema de RFID é composto pelo transponder (etiqueta ou tag) que está no objeto a ser identificado e o leitor, que capta e transmite os dados que leu, podendo também gravá-los. O processo é feito de forma rápida, permitindo a transmissão de dados em tempo real.

RFID vs. código de barras

Embora o princípio seja o mesmo (uma etiqueta identificativa e um leitor), a tecnologia RFID tem algumas diferenças em relação ao código de barras.

Uma delas é o facto de as etiquetas não terem de estar visíveis para poderem ser lidas. Podem estar ocultas e a leitura ser feita através de plástico ou cartão e até de alguns tipos de metal. 

Os identificadores RFID são resistentes e podem ser usados em condições mais hostis, nomeadamente no exterior, em locais com temperaturas e humidade elevadas ou ao contacto com produtos químicos.

A tecnologia RFID permite ler, de uma só vez, uma prateleira, palete ou pequena loja, enquanto os códigos de barras têm de ser lidos um a um. A leitura é feita de forma mais rápida e sem necessidade de estar perto dos objetos.

Os transponders RFID são reprogramáveis e suportam grandes quantidades de informação, enquanto os códigos de barras são limitados.

Quais são as vantagens e aplicações da RFID na cadeia de abastecimento?

A tecnologia RFID é vantajosa para as várias etapas da cadeia de abastecimento, desde o fabrico até à distribuição, passando pelas experiências e jornadas de clientes.

Por outro lado, a combinação dos dados obtidos por RFID com Inteligência Artificial e análise de dados aumenta a eficiência de vários processos, ajuda a automatizar tarefas repetitivas ou demoradas e a manter o inventário atualizado.

Conheça algumas aplicações da tecnologia RFID em diferentes fases da cadeia de abastecimento.

Indústria

Eficiência e segurança são dois pontos-chave quando se fala da utilização desta tecnologia na indústria e existem vários exemplos de aplicações que o comprovam. Nas fábricas de semicondutores, a tecnologia RFID é usada para garantir que são colocados nos tabuleiros certos, evitando assim erros e paragens na produção. 

A identificação de ferramentas – facilitando a manutenção e substituição – ou de recipientes com produtos químicos perigosos é outra forma de dar maior eficiência e segurança à área de produção. Permite também manter um histórico de um objeto, como uma máquina ou equipamento industrial, gravando informações sobre os procedimentos de manutenção realizados.

A movimentação de cargas num armazém ou a saída dos produtos da fábrica também se tornam mais eficientes com a utilização de RFID nos tabuleiros ou contentores de transporte e de antenas nas portas de saída. Os leitores identificam a carga, comparam com o manifesto de carga e só autoriza a saída se as informações corresponderem. 

Gestão de stocks

A gestão de stocks e de inventário é uma das aplicações mais conhecidas desta tecnologia, permitindo que funcionários e clientes possam, em tempo real, conhecer a disponibilidade de um produto. A precisão é elevada e o processo é bastante mais simples e rápido do que contagens manuais.

Logística

A utilização de identificadores RFID na logística abrange aplicações como a identificação de contentores ou a distribuição de encomendas.

Os identificadores permitem encontrar mercadorias prioritárias numa linha de expedição e dar-lhe o tratamento adequado. Também são úteis para encontrar determinado contentor entre milhares, aliando a RFID a grelhas tridimensionais com coordenadas.

A tecnologia é igualmente usada nos transportes, incluindo de encomendas. A colocação de identificadores nos pára-brisas permite saber em tempo real a localização de determinado veículo.

Outra utilização possível é a colocação destes transponders em pulseiras usadas pelos motoristas das transportadoras, para que possam  ligar a ignição ou abrir a porta das carrinhas sem chave e aceder mais rapidamente às encomendas a distribuir. Esta gestão das chaves dos veículos é feita pela FedEx nos EUA, permitindo poupar tempo e dinheiro.

Uma aplicação útil na logística diz respeito à segurança e proteção de mercadorias valiosas, assegurando que estas são encaminhadas para as rotas corretas nos armazéns e nas lojas. Qualquer erro no percurso é automaticamente detetado, evitando perdas e furtos. 

Existe ainda a possibilidade de instalar leitores em camiões e carrinhas, permitindo saber não só a mercadoria transportada, como a hora de carregamento de e entrega.

Gestão de documentos

A tecnologia RFID também permite seguir documentos importantes. A colocação de etiquetas em contratos, apólices de seguros ou outra documentação e de leitores em cada departamento ou secretária aumenta a segurança, já que se torna possível saber, a todo o momento, onde se encontram e, até, gerir autorizações de acesso.

Pagamentos

É uma utilização bastante comum, usada tanto em portagens como em caixas automáticas em lojas e supermercados, que fazem a leitura dos produtos no carrinho sem que o cliente tenha de os retirar.

Segurança

O controlo de acesso a determinadas áreas da fábrica, armazém ou loja também pode ser feito com recurso a esta tecnologia. Assim, para entrar em determinado espaço qualquer pessoa terá de possuir um transponder com determinada informação e frequência.  

Identificação animal

A tecnologia RFID é usada na identificação e transporte de animais, o que é importante para garantir a qualidade, assegurar a proveniência e controlar epidemias. 

Marketing

A tecnologia de RFID é útil para criar experiências para os consumidores. Uma das possíveis aplicações no retalho é a que permite que, quando um cliente tira determinado artigo de uma prateleira, possa ver, num ecrã próximo, vídeos sobre o funcionamento ou características do produto.

Vantagens da RFID para as empresas

A utilização da tecnologia RFID nas várias etapas da cadeia de abastecimento tem vantagens para as empresas, quer a nível financeiro (reduzindo custos e perdas), quer ao nível da eficiência.

A gestão de inventário é uma das maiores vantagens. Como existe uma atualização instantânea, que vai da produção à venda, o reabastecimento é mais eficiente e é possível responder mais rapidamente à procura e à mudança de comportamentos dos clientes

A elevada precisão deste sistema contribui para melhorar o desempenho dos colaboradores – que conseguem localizar um artigo específico e conhecer, em tempo real, a disponibilidade – e a satisfação dos clientes, o que se traduz num aumento das vendas. 

A prevenção de perdas (incluindo furtos) e a redução dos erros são importantes para melhorar processos, mas sobretudo para reduzir custos. Como esta tecnologia deteta imediatamente os erros (como um artigo no local errado), torna-se mais fácil corrigi-los, perceber a sua origem e evitar que se repitam.

Evita, também, devoluções, reclamações por parte dos consumidores, melhorando as métricas relacionadas com a qualidade. A satisfação dos clientes aumenta, a experiência de compra é melhorada e a reputação da empresa sobe. Neste tutorial, fique a conhecer melhor os benefícios da utilização da tecnologia RFID.

Tenha ainda em consideração que o recurso à tecnologia RFID é apenas uma das formas de tornar a sua empresa mais competitiva e de gerar valor para toda a cadeia de abastecimento. Se opera no mercado internacional, estes fatores ganham ainda maior relevância. Conheça estratégias para o sucesso na internacionalização na área reservada MY AICEP.

 

Veja também:

O impacto do Bigdata Analytics no crescimento da sua empresa

Logística e-commerce: importância e boas práticas

O que esperar da AICEP no apoio à exportação?

Notícias AICEP

Vender online para França: o que deve saber

AICEP

Vender online para França é uma boa oportunidade de internacionalização. Conheça o mercado.

Quando fazemos o seu projeto de internacionalização online?

AICEP

Este é o momento para criar ou reforçar o projeto de internacionalização online da sua empresa.

Como vender no eBay: vantagens, custos e guia de procedimentos

AICEP

Saiba como funciona e quais as vantagens de vender no eBay.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório