Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
17 de Abril 2020

Tendências atuais do mercado de vinhos alemão

AICEP

Alemanha
Vinho

Niko Rechenberg, reconhecido blogger e jornalista alemão do setor de vinhos e gastronomia, publicou, no seu portal “Gourmetwelten”, um artigo com algumas tendências dos canais de distribuição de vinhos no período do coronavírus.

Assim, entrevistou Ernst Büscher, da “Wines of Germany” (Deutsches Weininstitut), Dirk Röhrig, gerente da Weinkontor Freund (um dos importadores prestigiados de vinhos portugueses), Friedhelm Rosenow, da loja online www.weine.de, Sedat Aktas da loja online www.geileweine.de e 2 produtores.

Os resultados foram os seguintes: 

  • Off trade (muito em especial grande distribuição e cadeias de comércio a retalho): Aumento significativo de vendas de vinhos, consumidores preferem comprar ainda mais nos supermercados em vez de visitarem o comércio a retalho especializado;

  • Queda drástica das vendas do comércio importador para o comércio grossista/distribuidor “clássico”, que por sua vez fornece o setor horeca/garrafeiras (quebra na ordem dos 30 a 35 por cento);

  • Vendas do comércio importador para o comércio a retalho especializado/garrafeiras ainda sem tendências claras, devido a situações que diferem de Estado Federado por Estado Federado;

  • Aumento significativo nas vendas online. As vendas de vinhos de valor mais reduzido duplicaram, as vendas dos vinhos premium mantêm-se no nível antes da crise e as vendas para o consumidor final aumentaram 70 a 100 por cento;

  • Vendas diretas dos produtores: Vendas diretas para consumidores finais aumentaram 20 por cento, recuo em 100 por cento das vendas para gastronomia, choque também quanto à exportação (muito em especial para Ásia e EUA), o aumento das vendas diretas de longe não compensa a quebra nas vendas para a gastronomia e na exportação.

Campo Obrigatório