Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
02 de Setembro 2021

Portugal dita tendências na Munich Fabric Start

AICEP

Multimercado
Multisetor

Está confirmada a visita do Secretário de Estado Adjunto e da Economia aos expositores portugueses na Munich Fabric Start, no recinto de feiras da cidade alemã de Munique. Com a sua presença, João Correia Neves apoia as mais de trinta empresas presentes.

É um claro sinal da relevância da participação portuguesa na importante feira de tecidos alemã e do empenho do Governo no apoio à iniciativa exportadora das têxteis nacionais. O governante, que será recebido pelos organizadores alemães no pavilhão do Portugal Sourcing, visitará depois os stands que compõem a participação portuguesa no certame.  

António Manuel de Sousa, Fitecom, J.Areal , Magma, Marjocri, Moldelmalhas , Otojal, RDD, SanMartin, SM Senra, TMG Lab, Trimalhas, Toptrends , TMR, Tricothius, Troficolor são as PME lusas que compõem a comitiva FROM PORTUGAL, a marcar presença em mais uma edição da Munich Fabric Start, às quais se juntam ainda as empresas Paulo de Oliveira, Riopele, Tessimax, Somelos e Source Textile.  

É com os níveis de motivação elevados que a comitiva portuguesa se prepara para marcar presença na Munich Fabric Start que se realizará de 31 de agosto a 2 de setembro no recinto de feiras da cidade alemã, o MOC Munich. Considerada uma das feiras referencia na Europa, a Munich Fabric Start espera cerca de 1000 expositores de 40 diferentes países subdivididos na  área dedicada aos tecidos, corebusiness da feira, mas também na área dedicada ao sourcing (Munich Sourcing)  que sofrerá este ano um upgrade nos stands.

Presença habitual na feira de Munique, a RDD regressa às áreas Fabrics e Smart Creation onde a empresa de Barcelos especializada em tecidos sustentáveis apresentará “Humanity 4.0”, uma coleção que traz atualizações em algumas gamas.  “Entre os projetos que apresentaremos destacamos Colorifix x RDD, RECYCROM X RDD, FOOD TEXTILE X RDD, RDD X 360 projetos que trabalham os nossos conceitos fundamentais de Engineered Colour e Circularity”, pormenoriza Dolores Gouveia, Design Manager na RDD Textiles. 

Quem também não abdica das repetidas presenças na Munich Fabric Start é a Fitecom para quem a feira representa um ponto de encontro com o mercado alemão, um dos mais relevantes e em crescimento para a empresa que participa na feira com stand próprio desde 2012. “Vamos apresentar um reforço da nossa linha de ecológicos nomeadamente de laminados e tecidos compostos com características acrescidas como a repelência ou o regulador de temperatura adaptado ao meio ambiente”, avança Nuno Mendes, responsável de exportações da Fitecom.   Depois de um pequeno período a participar na Munich Fabric Start através do stand de um agente a Troficolor decide agora regressar à presença própria onde irá apresentar a sua coleção de denim e PPT (pronto a vestir) baseada na economia circular e encerrando o ciclo da cadeia de valor.

“Esta feira é essencialmente visitada por clientes europeus, maioritariamente do mercado alemão. As nossas expectativas passam, pela ampliação do volume de negócios, quer através da captação de novos clientes quer na solidificação e acompanhamento das relações com os atuais”, acrescenta Teresa Reis, export sales manager.

A estrear-se na feira de Munique está a Marjocri que, explica Joana Moura, diretora de Marketing e Comunicação, “com a evolução da conjuntura socioeconómica desta pandemia, sentimos necessidade de explorar novos mercados, novos produtos e novas formas de fazer chegar os nossos produtos a mais potenciais novos clientes”. É dessa necessidade de reforçar internacionalização da empresa que já trabalha com o mercado francês e o Luxemburgo que a Marjocri quer aproveitar a participação na Munich Fabric Start para “mostrar a qualidade dos produtos tanto a consumidores como a fornecedores”, remata.  

A participar na Munich Sourcing, a empresa António Manuel de Sousa admite que até agora as presenças nesta feira sempre tiveram “um balanço positivo”. “A organização da feira tem desenvolvido todos os esforços necessários para que esta feira seja um sucesso. A localização do sourcing das empresas portuguesas é excecional. Iremos levar a nossa linha premium de gravatas como novidade para esta edição”, avança Ana Sousa.  

É com o mesmo positivismo que a Source Textile, marca de private label para o segmento médio alto especializada em malha para homem e mulher, dará os primeiros passos na Munich Fabric Start. “O mercado alemão, bem como os países nórdicos, são muito importantes para nós pelo que faz todo o sentido dar início à participação em feiras internacionais em Munique”, explica João Paulo Barbosa, CEO da empresa lusa 100% exportadora.  

A participação das empresas PME portuguesas na Munich Fabric Start é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda.

O projeto “From Portugal” é cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 11.042.311,82 €, dos quais 6.065.501,91 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Notícias AICEP

Exportações portuguesas registam crescimento

AICEP

Exportações portuguesas registam crescimento nos primeiros sete meses do ano.

Pavilhão de Portugal pronto para inauguração da Expo 2020 Dubai

AICEP

Pavilhão de Portugal está pronto para a inauguração da Expo 2020 Dubai de dia 1 de outubro.

  • Multimercado

Acordo entre El Corte Inglés e AICEP promove marcas portuguesas

AICEP

El Corte Inglés e AICEP firmam acordo para promover marcas portuguesas nos canais online.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório