Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
14 de Dezembro 2020

Minho: whiskey em tempo record

Fermentum/AICEP

Portugal
Vinho

A Fermentum, empresa spin-off da Universidade do Minho, dedica-se à produção e distribuição da Cerveja LETRA e durante os últimos quatro anos fez parte de um projeto de doutoramento que lhe permitiu desenvolver destilados com propriedades semelhantes ao whiskey, mas com inspiração cervejeira e com recurso a um processo que reduz significativamente o tempo de processo.

Foi em 2018 que a cervejeira de Vila Verde se aventurou nos destilados, com a criação do primeiro hoppy Gin português, numa parceria com uma destilaria local, Tomorrows Recipe que produz o gin Valley.

Os Letra Spirits são destilados com origem nas cervejas 100 % malte. Para além do hoppy Gin, a marca apresenta nesta época natalícia dois novos destilados, o “Malt Spirit - Port Oak Aged” e o “Malt Spirit - Imperial Stout Oak Aged”, onde o primeiro estagiou em madeira de carvalho que tinha estado previamente em contato com vinho do Porto e no segundo destilado o carvalho esteve em contato com a cerveja Letra G - Imperial Stout. Ambos os “Malt Spirits” foram sujeitos a um processo inovador desenvolvido em parceria com a Universidade do Minho que os torna semelhantes a whiskeys. 

Filipe Macieira um dos fundadores da cerveja Letra afirma mesmo que “numa prova cega estes dois novos “Malt Spirits” têm todas as características para serem considerados whiskeys de qualidade superior, no entanto não se podem chamar de whiskey uma vez que para ter essa denominação teria de estagiar pelo período mínimo de 3 anos em barrica e tal não aconteceu.”

Francisco Pereira, fundador da cerveja Letra e doutorado pela Universidade do Minho, revela que “estes produtos têm enorme potencial e tiveram a base no conhecimento científico que deu origem a uma tese de doutoramento e outra de mestrado em parceria com o Centro de Engenharia Biológica da Universidade do Minho. Temos uma linha de maturação de cervejas pelo método tradicional em barrica, mas a empresa pelo seu ADN inovador lançou este projeto e o resultado é uma técnica de maturação acelerada, que nos permitirá obter bebidas (cerveja e/ou destilados) com perfis sensoriais muito complexos em menor tempo de contato entre a madeira e a bebida. É um exemplo de como uma pequena empresa consegue combinar ciência e criar um produto/técnica inovadora que vai abrir uma linha de oportunidades no mercado”. 

Partilhe esta página

Campo Obrigatório