Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
21 de Fevereiro 2020

Maioria no Parlamento trouxe clareza à economia britânica

AICEP

Reino Unido

A vitória com maioria de Boris Johnson nas eleições de dezembro, que resultou na saída do Reino Unido (RU) da União Europeia (UE), trouxe clareza à economia britânica, resultando no aumento do otimismo das empresas e na produção.

De acordo a empresa de dados IHS Markit, o setor dos serviços do RU cresceu durante o mês de janeiro, apresentando o seu maior crescimento no espaço de um ano, tendo superado as estimativas iniciais devido à clareza que o resultado das eleições trouxe à economia britânica.

O indicador "IHS Markit/CIPS UK Services Purchasing Managers’ Index" registou em janeiro uma pontuação acima de 50 (53.9), o que indica expansão da atividade do setor. Para além de superar o valor da estimativa (52.9), janeiro foi a primeira vez que o setor cresceu desde agosto do ano passado.

Segundo a IHS Markit, em janeiro o ritmo de criação de emprego no setor atingiu o seu valor máximo desde julho de 2019, no seguimento dos aumentos sentidos nos últimos três meses.

Em janeiro, a indústria transformadora britânica teve o seu melhor desempenho dos últimos nove meses, interrompendo o período de declínio que começou em maio do ano passado.

O indicador "IHS Markit/CIPS UK Manufacturing Purchasing Managers’ Index" registou um valor de 50 em janeiro, com a recuperação do volume de novas encomendas e da confiança dos negócios. A pontuação ficou acima da leitura de dezembro (47,5) e superou a estimativa inicial (49,8).

Por outro lado, a produção no setor de construção do RU caiu ao ritmo mais lento desde maio do ano passado, demonstrando otimismo para os construtores britânicos entre uma menor incerteza política.

Campo Obrigatório