Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
30 de Novembro 2022

Inteligência artificial e capital humano nas empresas de Saúde

FutureCast Lab/AICEP

Saúde

A Inteligência Artificial é uma realidade cada vez mais presente na área da Saúde e das Ciências da Vida, seja em ensaios clínicos ou nos cuidados de saúde. Este é também um dos setores mais exigentes quanto às competências e à gestão dos recursos humanos, matérias em permanente evolução. A AICEP acaba de publicar dois relatórios que permitem conhecer melhor as mudanças que estão a ocorrer quer ao nível da Inteligência Artificial quer do Capital humano e de como aplicá-las ao desenvolvimento do negócio.

As duas análises estão já disponíveis - Inteligência Artificial na Saúde e Lifesciences e A Componente Humana nas Empresas de Saúde - e integram o projeto Tendências em Gestão e Marketing Internacional, desenvolvido em colaboração com o FutureCast Lab do ISCTE, cujo objetivo é identificar as principais tendências internacionais que podem tornar as empresas exportadoras mais competitivas.

São evidenciadas, a título de exemplo, hospitais ou farmacêuticas que recorrem a tecnologias de Inteligência Artificial na atividade diária e que conseguiram avanços significativos nas áreas de diagnóstico e de identificação de patologias ou na descoberta e produção de medicamentos. São os casos da Sanofi, uma multinacional francesa que fabrica medicamentos e que estabeleceu uma parceria com uma start-up de Inteligência Artificial para o desenvolvimento de uma solução de revisão automática da literatura médica, ou da farmacêutica suíça Novartis, que se juntou à Microsoft para, com recurso a Inteligência Artificial, transformar a forma como os medicamentos são identificados e comercializados.

É ainda apresentado o caso da Ada, uma aplicação para avaliação do estado de saúde, e do Hospital de Santa Rita, no estado brasileiro de Minas Gerais, onde é usada uma plataforma para gestão de camas e atos médicos que permitiu reduzir o tempo médio de internamento e efetuar algumas análises preditivas.

A Inteligência Artificial pode ter diversas aplicações na área da Saúde. O desenvolvimento do machine learning tem vindo a tornar mais rápida e certeira a realização de diagnósticos e estas soluções permitem uma medicina mais personalizada e simplificam a realização de ensaios clínicos. No entanto, todas estas mudanças implicam enormes desafios, sobretudo relacionados com a privacidade dos dados ou com as competências para lidar com as novas soluções baseadas em IA.

 

Quanto à componente humana nas empresas de Saúde, é sublinhado que grande parte dos problemas em muitas organizações advém de uma gestão incorreta dos recursos humanos e que a motivação das equipas deve ser uma prioridade das empresas.

 

Comunicação, partilha de conhecimento, gestão do tempo e planeamento são alguns dos fatores fundamentais para motivar as equipas e alcançar melhores resultados. Como exemplo de sucesso na gestão e motivação dos recursos humanos são apresentados os casos das empresas Polpharma, Sword Health e Biogen.

 

Para aceder aos relatórios completos, registe-se ou inicie sessão na área de cliente MyAICEP.

Notícias AICEP

Portugal participa em feiras de têxtil lar e decoração em Madrid

AICEP

Em fevereiro, 20 marcas portuguesas participam na INTERGIF, BISUTEX e MADRID JOIA.

  • Espanha
  • Multisetor

Efacec reforça posição na Escandinávia

AICEP

Contrato produzirá 30 toneladas de biogás líquido e 300.000 toneladas de matéria orgânica.

  • Suécia
  • Ambiente

Aeronave europeia híbrido-elétrica terá tecnologia portuguesa

AICEP

ISQ, INEGI e Almadesign participam no desenvolvimento da aeronave europeia híbrido-elétrica.

  • Aeronáutica

Partilhe esta página

Campo Obrigatório