Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
18 de Janeiro 2024
A falta de marcas é o nosso calcanhar de Aquiles

Portugal tem uma oportunidade única para se afirmar na indústria do luxo e excelência. Mas é necessário criar marcas e há um caminho a fazer que passará pela formação e preparação dos recursos humanos em matérias de internacionalização.

Para a indústria do luxo e excelência as perspetivas para 2024 são bastante otimistas. A Europa produz 85 por cento do luxo mundial e, deste, aproximadamente 30 por cento é consumido na Europa. O luxo está ligado à história europeia e ao seu saber-fazer.

Portugal tem um enorme desafio e uma oportunidade única para se afirmar, pois os maiores crescimentos estão no turismo, experiências, e na procura de novos mercados, novos modelos e ofertas. Temos de começar a falar sobre o tema luxo, criar o “luxo português”, criando marcas, aproveitando as exportações das empresas que produzem com altíssima qualidade, reconhecida e apreciada por esse mundo fora. A indústria portuguesa produz para muitas das maiores marcas europeias de luxo. A falta de marcas é o nosso calcanhar de Aquiles.

Leia o artigo na íntegra.

Por Francisco Carvalheira, secretário-geral da LAUREL na Revista Portugalglobal - janeiro 2024

Para ficar a par de todas as novidades, subscreva a nossa Revista Portugalglobal.

Notícias AICEP
Como prospetar e captar clientes estrangeiros?

AICEP

Saiba como a AICEP pode ajudar a sua empresa a captar clientes estrangeiros.

Crédito documentário: o que é e quais as suas vantagens?

AICEP

O crédito documentário funciona como uma garantia de pagamento no comércio internacional.

Cibersegurança no comércio eletrónico: guia de boas práticas

AICEP

Conheça algumas boas práticas de cibersegurança no comércio eletrónico.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório