Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
01 de Março 2024
Exportações têm maior contribuição para o crescimento económico

AICEP

O Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal cresceu 2,3 por cento em 2023, o que coloca Portugal acima da média da Zona Euro pelo segundo ano consecutivo. As exportações tiveram um crescimento real de 4,2 por cento e representaram a maior contribuição para o crescimento económico de Portugal pelo terceiro ano consecutivo. Após três anos de défice, em 2023, Portugal registou um Saldo Comercial Externo positivo.

De acordo com os resultados das Contas Nacionais Trimestrais publicados pelo INE - Instituto Nacional de Estatística, em 2023 o PIB registou um crescimento real de 2,3 por cento face a 2022. Em termos nominais, aumentou 9,7 por cento, atingindo 265,7 mil milhões de euros. Com base neste resultado, 2023 é o segundo ano consecutivo em que o PIB de Portugal cresce acima do da Zona Euro e o sexto desde 2016.

As exportações observaram um crescimento homólogo real de 4,2 por cento e as importações 2,2 por cento. As exportações atingiram um peso no PIB de 47,4 por cento (30,5 por cento em bens e 16,9 por cento em serviços). Em volume, o aumento das exportações totais foi de 4,0 mil milhões de euros.

Considerando que o crescimento do PIB foi de 4,8 mil milhões de euros, correspondente a uma taxa de variação real de 2,3 por cento, as exportações apresentam um contributo de 1,9 pontos percentuais (0,3 p.p. em bens e 1,6 p.p. em serviços), a maior contribuição para o crescimento económico pelo terceiro ano consecutivo.

Em 2023, após três anos de défice, observou-se um Saldo Comercial Externo positivo, no montante de 2,3 mil milhões de euros, medido na ótica das Contas Nacionais, equivalente a 0,9 por cento do PIB (+0,5 por cento em 2019, -2,1 por cento em 2020, -2,8 por cento em 2021 e -2,4 por cento em 2022).

Segundo informação do Banco de Portugal, no final de dezembro de 2023, a posição de Investimento Direto do Exterior em Portugal (IDE) ascendia a 180,4 mil milhões de euros. Deste modo, o peso do IDE na economia foi de 67,9 por cento em 2023, enquanto o peso do IDPE foi de 24,2 por cento.

Notícias AICEP
Como prospetar e captar clientes estrangeiros?

AICEP

Saiba como a AICEP pode ajudar a sua empresa a captar clientes estrangeiros.

Crédito documentário: o que é e quais as suas vantagens?

AICEP

O crédito documentário funciona como uma garantia de pagamento no comércio internacional.

Cibersegurança no comércio eletrónico: guia de boas práticas

AICEP

Conheça algumas boas práticas de cibersegurança no comércio eletrónico.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório