Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
12 de Maio 2021

Exportações de componentes automóveis aumentam

AICEP

Componentes auto

A AFIA - Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel anuncia que as exportações em março registaram um aumento de 41,6 por cento face ao mesmo período de 2020.

Depois de dois meses com quedas consecutivas as exportações de componentes automóveis subiram para os 919 milhões de euros, tornando-se este, no melhor mês de março de sempre.

No primeiro trimestre de 2021 as exportações de componentes automóveis atingiram os 2586 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 5,4 por cento relativamente a 2020, alcançando neste primeiro trimestre os níveis registados na época pré-Covid.

No que se refere aos países de destino das exportações, de Janeiro a Março de 2021 e quando comparados com 2020, Espanha mantém-se na liderança com vendas no valor de 773 milhões de euros (+7,8 por cento). A seguir surge a Alemanha com 523 milhões de euros (+8,8 por cento), a França com 323 milhões de euros +1,6 por cento) e, finalmente, o Reino Unido com 131 milhões de euros (-36,4 por cento). Na totalidade, estes países representam 68 por cento do total das exportações portuguesas de componentes automóveis.

É ainda de referir que as exportações de componentes automóveis crescem acima das vendas de automóveis na Europa: 5,4 por cento vs 0,9 por cento, o que vem, uma vez mais, confirmar a resiliência e capacidade lutadora das empresas portuguesas de componentes automóveis.

No entanto, e apesar desta melhoria, a situação para o segundo trimestre continua a ser de incerteza e muito influenciada pela escassez de semicondutores e componentes eletrónicos, que tem afetado a atividade dos construtores de automóveis e algumas fábricas de construção automóvel na Europa que atrasaram ou tiveram mesmo que parar temporariamente a produção por falta de chips. Esta situação, também está a afetar a indústria portuguesa de componentes para automóveis devido às paragens na produção dos seus clientes.

O Brexit continua também a ser uma ameaça às exportações, pois desde 2017 que as exportações para o Reino Unido estão em queda, passando dos 300 milhões de euros (1º trimestre de 2017) para os 131 milhões de euros no acumulado até março de 2021, o que significa uma descida de 56 por cento.

Os cálculos da AFIA têm como base as Estatísticas do Comércio Internacional de Bens divulgadas a 10 de maio pelo INE - Instituto Nacional de Estatística.
 
Para mais informações, consulte o ficheiro pdf.

Notícias AICEP

Fileira Casa portuguesa em destaque em revista polaca

AICEP

Campanha Internacional “MADE IN PORTUGAL naturally” na revista HOME Inspirations.

  • Polónia
  • Casa

Joalharia portuguesa apresenta-se na Semana da Moda de Londres

AICEP

Apresentação coletiva de marcas de joias portuguesas na Embaixada de Portugal em Londres.

  • Reino Unido
  • Ourivesaria e joalharia

Empresas portuguesas na feira Première Vision

AICEP

100%MODAPORTUGAL apoia grupo de empresas nacionais de confeção na feira Première Vision.

  • França
  • Multisetor

Partilhe esta página

Campo Obrigatório