Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
08 de Abril 2020

Empréstimo do Banco Mundial permite a Cabo Verde comprar equipamentos médicos

AICEP

Cabo Verde
Farmacêutico

O Banco Mundial concedeu a Cabo Verde um empréstimo no valor de 5 milhões de dólares (cerca de 4.5 milhões de euros), o que permitirá o reforço das capacidades laboratoriais e compras de máscaras cirúrgicas e luvas para combater a pandemia do COVID-19.

De acordo com o contrato de financiamento, aprovado em reunião do conselho de ministros de Cabo Verde, trata-se de um empréstimo que terá de ser obrigatoriamente utilizado até 31 de março de 2021 e pelo qual o Estado cabo-verdiano pagará uma comissão de serviço à taxa máxima de 0,75 por cento sobre o capital desembolsado. Os pagamentos começarão a ser feitos duas vezes ao ano a partir de junho e dezembro de 2030, uma vez que, conforme explica Vice-Primeiro e Ministro das Finanças, Olavo Correia, trata-se de um empréstimo com um período de carência de 10 anos.

empréstimo será concedido através da Associação Internacional para o Desenvolvimento (IDA), uma agência do Banco Mundial, e segundo o governo, o contrato prevê que o financiamento vise a implementação de atividades de prevenção, detenção e resposta no âmbito do plano nacional de preparação e resposta a COVID-19, e será utilizado na aquisição de material médico e não médico de emergência, como luvas, máscaras cirúrgicas, respiradores, equipamento de proteção dos olhos e batas de isolamento, bem como materiais de prevenção e controlo de infeções para os profissionais de saúde e estruturas de saúde.

Será feito ainda utilizado para o reforço das capacidades dos laboratórios nas estruturas de saúde, com a aquisição de reagentes para testes a COVID-19, bem como de equipamento de diagnóstico e de suporte de vida, além de camas hospitalares, instrumentos cirúrgicos e de veículos para operações de emergência.

Este financiamento, através da IDA, integra o programa de emergência de 14 mil milhões de dólares (12,9 mil milhões de euros) para os países em desenvolvimento, no âmbito do combate a pandemia do COVID-19.

O atual estado de emergência em Cabo Verde vigora pelo menos até 17 de abril, estando o arquipélago fechado ainda a voos internacionais e à acostagem de navios, com exceção de cargueiros.

Campo Obrigatório