Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
18 de Dezembro 2020

O e-commerce na Índia

AICEP

Índia

A revista Portugalglobal da AICEP publicou um artigo, elaborado pela Delegação da AICEP em Nova Deli, sobre a evolução do e-commerce na Índia.

O mercado de retalho indiano, com um valor de aproximadamente 850 mil milhões de dólares, é o 4º maior do mundo e está à beira de uma transformação fruto do crescimento dos mercados online e da influência destes no consumidor.

O comércio online na Índia tem vindo a registar um forte aumento nos últimos cinco anos, havendo ainda margem para um crescimento significativo. Com base em estudos efetuados nessa área, espera-se que o e-commerce na Índia atinja uma escala gigantesca impulsionado pelos dados móveis baratos e por uma grande penetração de internet no mercado indiano, prevendo-se atingir cerca de mil milhões de utilizadores até 2030.

Um aumento impulsionado, entre outros, pelos chamados nativos digitais e por novas funcionalidades que surgirão devido a inovações secundárias; quer em termos da interface com o utilizador, quer em termos de interações em vários estilos linguísticos, por voz, e também por pesquisas visuais. Espera-se que nos próximos cinco anos o mercado indiano de vendas online atinja, em termos de vendas brutas, entre 100 mil milhões a 120 mil milhões de dólares.

A COVID-19 teve um impacto muito relevante nas vendas online na Índia, devido às restrições de circulação impostas. Um aspeto positivo desta evolução é que o comércio eletrónico está a contribuir para uma Índia mais inclusiva na medida em que permitiu a criação de novos tipos de emprego, sem distinções de classes seja entre quem vende e distribui, seja para quem compra uma vez que o e-commerce na Índia vem dar acesso a todos os indianos, independentemente da sua classe social ou geografia, a possibilidade de aceder a grandes lojas onde quer que se situem no território indiano.

Leia o artigo na íntegra na revista Portugalglobal.

Partilhe esta página

Campo Obrigatório