Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
28 de Abril 2022

O Consumidor Digital Mexicano em 2022

AICEP

México

Realizado pela Associação Mexicana de Vendas Online (AMVO) em cooperação com a Netrica de GFK e Netquest, este estudo caracteriza a evolução e o valor do e-commerce de retalho no México, os produtos e serviços procurados, os internautas mexicanos - sua experiência e comportamento, entre muitos outros aspetos da venda em linha.

Acelerado pela pandemia da covid-19, o e-commerce no México consolidou-se como um importante canal para consumidores e empresas. De acordo com o Estudo de Vendas Online 2022, elaborado pela Associação Mexicana de Vendas Online (AMVO), o comércio eletrónico atingiu um valor de 401 mil milhões de pesos em 2021, o que representa um crescimento de 27 por cento em relação a 2020, e 11,3 por cento do total das vendas a retalho.

Pelo terceiro ano, o México está no top 5 dos países com maior crescimento no comércio eletrónico de retalho, junto a mercados importantes como Índia, Brasil, Rússia e Argentina. O México é um dos países com maior peso do online do total vendido no canal de retalho, superando a média mundial e mercados desenvolvidos como França, Alemanha, Itália ou Brasil. No entanto, os mercados asiáticos mostram o potencial de desenvolvimento para os próximos anos.

Os consumidores mexicanos recorrem cada vez mais ao comércio, incorporando-o no dia a dia, salientando as vantagens de entrega facilitada, não ter de se deslocar às lojas físicas, além de ter acesso a produtos exclusivos do canal digital.

No ano em análise (2021) várias novas categorias conseguiram posicionar-se dentro das preferência de compras online. Entrega de comida, moda e eletrónicos continuam a liderar a lista das categorias mais preferidas no canal digital; destaca-se o crescimento de móveis e decoração, eletrodomésticos, artigos desportivos e ferramentas.

Nas tendências para 2022, destacam-se:

• Ano de crescimento e consolidação do comércio eletrónico;

• O omnicanal terá um papel ainda mais relevante;

• Os marketplaces continuarão a registar rápido crescimento;

• Mais PMEs serão integradas no ecossistema e exigirão formação;

• Mais consumidores aderir a serviços financeiros – especialmente a base da pirâmide - sendo o setor de fintech uma peça crucial;

• O comércio eletrónico transfronteiriço apresentará um melhor aproveitamento e ganhará força.

Saiba mais sobre o perfil do consumidor digital mexicano, os hábitos de consumo, produtos e serviços procurados, canais e formas de pagamento, aspetos valorizados e outros a melhorar, na versão pública e gratuita do estudo.

Notícias AICEP

A AICEP opera em 55 mercados: conheça a nossa Rede Externa

AICEP

São 170 profissionais em 55 mercados. Conheça esta frente avançada de Portugal no Mundo!

Sustentabilidade: desafios e impacto no comércio internacional

AICEP

Debate sobre os desafios da sustentabilidade para as empresas de comércio internacional.

Exportações da EFAPEL crescem 25 por cento

AICEP

EFAPEL regista crescimento de 20 por cento no mercado Ibérico e 25 por cento nos restantes.

  • Eletrónica

Partilhe esta página

Campo Obrigatório