Passar para o conteúdo principal
Campo Obrigatório
24 de Fevereiro 2022

Comércio eletrónico na Polónia cresce durante a pandemia

AICEP

Polónia

A pandemia do coronavírus afetou significativamente o setor do comércio eletrónico a nível global, ou, para ser mais preciso, acelerou o seu desenvolvimento. Isto também pode ser visto na Polónia.

A pandemia do coronavírus afetou significativamente o setor do comércio eletrónico a nível global, ou, para ser mais preciso, acelerou o seu desenvolvimento. Isto também pode ser visto na Polónia. Após o ano passado, muito positivo em vendas eletrónicas, o 2021 acabou por ser igualmente bom, e os especialistas preveem um maior crescimento no valor deste mercado.

A análise conduzida pela PwC mostra que em 2026 o valor bruto do mercado polaco do comércio eletrónico situar-se-á ao nível de 162 mil milhões de PLN. Isto significa um crescimento médio anual de 12 por cento. O crescimento mais rápido será observado na venda de produtos alimentares e na categoria de saúde e beleza. Já em 2020, o canal online tinha uma quota de 14 por cento no valor das vendas a retalho na Polónia, que foi influenciado, entre outros, pela pandemia e pelo desenvolvimento acelerado das plataformas de comércio eletrónico.

Cerca de 77 por cento dos utilizadores da Internet compram produtos online

Mais de ¾ de pessoas que utilizaram a Internet em 2021 fizeram compras eletrónicas pelo menos uma vez - estes são os resultados do relatório "E-commerce in Poland 2021" preparado pela consultora especializada na matéria, Gemius. De acordo com o estudo, as pessoas na faixa etária entre os 35-49 anos, provenientes de grandes cidades e com estatuto financeiro médio, são as mais propensas a fazer compras online. A maioria delas são mulheres, pessoas com mais de 35 anos de idade, com educação superior e residentes das principais cidades.

Observa-se que ano após ano o número de compradores online está a crescer e continuará a fazê-lo nos próximos anos. Os peritos da PwC preveem um crescimento estável de 12 por cento do comércio eletrónico polaco, pelo menos até 2026.

O número de compradores online estará a aumentar

Já em 2021 o número de transações de comércio eletrónico na Polónia atingiu um nível vertiginoso, e estudos mostram que só vai melhorar. De acordo com os dados da PwC, 75 por cento dos inquiridos declaram que a frequência das compras nas lojas eletrónicas permanecerá ao mesmo nível que agora e 10 por cento esperam um aumento na atividade de comércio eletrónico. Este é outro bom prognóstico para o setor.

O catálogo de produtos comprados online está em expansão

A lista dos bens mais populares, que são objeto de compras eletrónicas, permanece inalterada. Os polacos ainda continuam mais interessados em vestuário, calçado, produtos cosméticos, bem como livros ou eletrodomésticos. No entanto, durante o período da pandemia, pode ser observado um aumento do interesse em produtos da categoria "supermercado". Isto inclui tanto os produtos alimentares como, por exemplo, os produtos de limpeza domésticos e o material para animais de estimação. Muitas pessoas mudaram os seus hábitos de compra devido às restrições nas lojas estacionárias durante a pandemia. Uma "descoberta" e confirmação de que a compra on-line, por exemplo, produtos de limpeza ou alimentos pré-embalados é confortável e segura, tornou muitas pessoas mais dispostas a olhar para tais ofertas.

Os dispositivos móveis tornam-se cada vez mais populares

Tal como no estudo anterior, o dispositivo mais popular utilizado no processo de compras online é atualmente o portátil (78 por cento), mas a sua vantagem sobre o segundo do ranking, smartphone, diminuiu significativamente.  Hoje em dia, 76 por cento dos inquiridos compram por telefone, e no grupo mais jovem (15-24 anos) chegam a 92 por cento.

Como é que as mudanças no comércio eletrónico em 2021 se projetam para o futuro?

Atualmente, cerca de 150.000 empresas polacas vendem os seus produtos e serviços através da Internet. Utilizam as suas próprias lojas, bem como plataformas do tipo marketplace populares entre os consumidores. Os peritos da PwC sublinham que a Polónia ainda tem um número relativamente pequeno de lojas online em comparação com os países da Europa Ocidental,  pelo que é provável que o seu número venha a aumentar significativamente nos próximos anos. Este é o efeito dos novos hábitos de consumo, bem como o aparecimento de novos intervenientes no mercado.

O claro desenvolvimento do comércio eletrónico em 2021 anuncia uma nova intensificação do mercado de compras online na Polónia. No entanto, a par disso, as expetativas em relação às lojas eletrónicas também estão a crescer. Os consumidores - tendo um grupo crescente de vendedores à escolha - exigem, entre outros, uma entrega de mercadorias muito rápida. Por conseguinte, o número de empresários que utilizam serviços profissionais para o comércio eletrónico, oferecidos por centros logísticos, também está a crescer.

Os peritos da PwC destacam quatro aspetos extremamente importantes para as empresas que já vendem ou pretendem vender no canal online.

- O primeiro é o omnichannel, ou seja, assegurar a consistência entre diferentes canais de venda.

- O segundo é customer experience - construir experiências positivas do cliente. Até 42 por cento dos consumidores polacos são capazes de desistir de uma determinada marca após apenas uma má experiência.

- O terceiro aspeto é a ativação e lealdade do cliente, por exemplo, através da seleção de estratégias de preços apropriadas ou programas de lealdade.

- A quarta é a logística e a garantia da continuidade das cadeias de abastecimento - particularmente importante numa realidade que não é inteiramente previsível, como a pandemia em curso tem realçado nos últimos meses.

Notícias AICEP

Exportações de mobiliário superam níveis pré-pandemia

AICEP

Exportações de mobiliário sobem 6 por cento no 1º trimestre de 2022 para 500 milhões de euros.

  • Multisetor

BRESIMAR MARCA PRESENÇA NA HANNOVER MESSE 2022

AICEP

Grupo BRESIMAR leva soluções nacionais com inovação de ponta à HANNOVER MESSE 2022.

  • Multisetor

Blue Talk Havana aproximou especialistas e empresas

AICEP

O evento realizou-se com sucesso e aproximou especialistas e empresas de ambos os países.

  • Multimercado

Partilhe esta página

Campo Obrigatório